Cirurgia de varizes

Indicações e técnicas

Quando é necessário fazer cirurgia de varizes?

A cirurgia de varizes é necessária quando há necessidade de tratamento de varizes de maior tamanho, maior quantidade ou varizes em maior extensão do que aquelas que são retiradas nas cirurgias de microvarizes.

Varizes - Fluxo clínica de cirurgia vascular

Varizes com indicação de tratamento cirúrgico

Como é feita a cirurgia de varizes?

Na cirurgia de varizes, as veias são retiradas por pequenas incisões escalonadas. Essas incisões devem ser o suficientemente pequenas para obter-se o melhor resultado cosmético. Mas também devem garantir a saída total da veia no segmento que está varicosa (dilatada e com refluxo). Utilizamos incisões com bisturi com uma ponta bem fina, ou com agulha de injeção. A retirada das varizes é ainda assim realizada com pequenos e delicados ganchos semelhantes às agulhas de crochê. Dependendo da extensão e quantidade das varizes, várias incisões são necessárias para realizaro tratamento das varizes.

Por que surgem varizes tão grossas?

Varizes mais grossas podem surgem por várias causas:

  • Tempo de existência das varizes: quando mais tempo elas existem, maiores tendem a ser as varizes.
  • Insuficiência de veias safenas: cada perna tem duas safenas, quando essas veias são dilatadas, geralmente estão associadas a varizes de maior tamanho.
  • Insuficiência de veias perfurantes: as veias perfurantes comunicam as veias superficiais com as profundas e quando estão insuficientes, podem causar varizes maiores.
  • Antecedente de trombose venosa: quem teve trombose pode ter maior chance de ter varizes mais graves ao longo de sua vida.

Quando há o acometimento das veias safenas, muitas vezes se impõe o tratamento dessas veias. Temos algumas opções para tratamento das veias safenas: A cirurgia convencional e a termoablação.

  • Retirada da veia safena – Nesta abordagem a cirurgia consiste na retirada da veia propriamente dita. Quando a retirada da safena é necessária na cirurgia de varizes, é realizada uma incisão de aproximadamente 3 cm na região inguinal (virilha), na linha do biquini. Nesse local é realizado o principal tempo da retirada da safena (a ligadura da junção safeno-femoral). Esta incisão é fechada com pontos internos que não precisam ser retirados e que promovem excelente cicatrização, praticamente desaparecendo com o tempo. Nessa técnica, como a veia safena é retirada, é mais frequente a formação de hematomas.
  • Termoablação da veia safena  – Nesta abordagem a safena não é retirada. Uma fibra ótica (no caso da técnica a LASER) ou um cateter  (técnica por radiofrequência) é introduzido na veia através de um pequeno introdutor sob visão intra-operatória com o ultrassom. A veia safena é cauterizada por dentro, através da fibra ótica ou pelo cateter. As vantagens da cirurgia a LASER :
    • Não há incisões,
    • há menor formação de hematomas,
    • menor dor no pós-operatório
    • recuperação é mais breve.

Recomendações internacionais de conduta, reconhecem o tratamento de varizes com cirurgia a LASER como o método de primeira escolha de tratamento. Para saber mais sobre cirurgia de varizes a LASER, clique aqui.

Em algumas situações existem varizes muito grandes mas as veias safenas são saudáveis, não necessitando o tratamento específico delas.

Há necessidade de internação para cirurgia de varizes?

A cirurgia de varizes é realizada com maior frequência em ambiente hospitalar, sob raquianestesia, anestesia peridural ou geral. Entretanto, na maioria das vezes, a internação é no estilo hospital-dia; a paciente interna pela manhã, é operada e tem alta hospitalar à noite. Em algumas situações especiais pode ser necessária internação por 24 horas. Há uma tendência internacional de realizar cirurgia de  varizes com LASER em ambiente ambulatorial, sob anestesia local, desde que haja liberação pela pelos órgãos fiscalizadores dos serviços de saúde. Esta forma de tratamento de varizes, menos invasiva, em regime ambulatorial provavelmente ganhará muito espaço nos próximos anos.

Como é o pós-operatório da cirurgia de varizes?

Ainda na sala de cirurgia, imediatamente após o procedimento, calçamos uma meia elástica com efeito antitrombo que ajuda na prevenção do inchaço e da trombose venosa profunda. O repouso é mínimo, sem necessidade de imobilização, e pode variar de 1 semana a 15 dias dependendo da quantidade de varizes, da técnica utilizada (cirurgia de varizes a LASER ou cirurgia de varizes tradicional). O repouso pode ser mais longo se houve necessidade de retirada da safena ou se foi um procedimento extenso. Clique aqui para mais orientações sobre cirurgia de varizes.

Referências:

  1. Projeto Diretrizes da AMB – Varizes dos Membros Inferiores: Tratamento Cirúrgico
  2. Varicose veins: diagnosis and management – NICE guidelines [CG168]
  3. The care of patients with varicose veins and associated chronic venous diseases: clinical practice guidelines of the Society for Vascular Surgery and the American Venous Forum. – J Vasc Surg 2011;53:2S-48S
  4. Treatment of Superficial Venous Disease of the Lower Leg Guideline of American College of Phlebology

Agende sua consulta! Faça uma avaliação vascular com nossa equipe.