Dúvidas frequentes sobre aplicação de vasinhos.

1- Quantos dias leva para sumir os vasinhos depois da aplicação?

Alguns dias. O processo de desaparecimento dos vasos não é imediato. Para que ocorra, depende da interação entre o líquido (ou a espuma) injetado e a parede do vaso. Em um primeiro momento a substância injetada “empurra” o sangue ocupando seu espaço. Nesse momento, o efeito visual é imediato e dá impressão do desaparecimento instantâneo dos vasinhos. No entanto, é somente a prova de que a injeção foi correta e que o esclerosante está chegando e se difundindo dentro dos vasos.

O vídeo abaixo demonstra bem isso:

A substância injetada pode ter características químicas diferentes, entretanto o efeito final é a lesão da parede interna daquele pequeno vaso sanguíneo. Tanto é assim que alguns minutos após a injeção, as pequenas veias e a pele ao redor estão avermelhadas. É o processo inflamatório desejado começando. Ao longo dos próximos dias, esse processo inflamatório desencadeia o fechamento e o desaparecimento dos vasos. Ao fim de 3 ou 4 dias já se nota a melhora.

Vermelhidão após escleroterapia de vasinhos

2- É possível eliminar todas as veias em uma única sessão?

Em geral, raros são os casos em que a eliminação total dos vasinhos é obtida. Esses microvasos podem se apresentar agrupados, difusos ou até mesmo de forma mista. Por melhor que seja a técnica, a substância esclerosante ou facilidade individual de desaparecimento dos vasinhos é quase impossível eliminar tudo em uma única sessão.

Imagem demonstrando as telangiectasias (vasinhos) e suas veias nutridoras

Um dos principais motivos é que a concentração do esclerosante não é uniforme em todos os vasos e seus ramos. Os vasos mais próximos do local da injeção recebem a substância mais concentrada que aqueles mais distantes do local da injeção. Outro motivo é o tipo de vasinho. Os mais vermelhos, na parte de dentro da coxa e mais espalhados são os mais difíceis de secar. Por outro lado, os vasinhos mais roxos são mais fáceis de secar porque habitualmente são vasos mais doentes e respondem melhor ao tratamento.

3- É comum hematomas após aplicação? No mesmo dia? É verdade que depois a perna fica com manchas roxas?

É muito comum que se formem equimoses (os roxos na camada mais superficial na pele) após a sessão de escleroterapia de varizes. Tanto no mesmo dia, quanto nos dias subsequentes. Essas equimoses são normais e decorrem do motivo de que os vasos foram perfurados para a injeção e sangram um pouco na pele. Essas manchas em geral não exigem cuidado adicional e desaparecem espontaneamente em duas ou três semanas, sem mesmo necessitar usar qualquer medicação.

4- Eu tenho 16 anos e apareceram alguns vasinhos na parte de trás das coxas e um pouquinho dos lados, é recomendável eu fazer esse tratamento?

Optar por fazer o tratamento das varizes ou dos vasinhos é uma questão de cunho pessoal. Em geral, evitamos tratar crianças e adolescentes, mas se há um intenso desconforto com a autoestima, podemos tratar. Claro que em pacientes menores de idade o assunto tem que ser discutido com os pais ou responsáveis. Uma visão muito pessoal é que por ser um tratamento minimamente invasivo, mais ainda sim desconfortável para algumas pessoas, deve ser adiado ao máximo em adolescentes. Mas isso é uma questão que não deve ser generalizada e avaliada caso a caso.

Escleroterapia de varizes

5- Quero fazer uma tattoo por cima para disfarçar. Eu posso? É recomendável?

É possível, porém não acho recomendável. É mais fácil e mais saudável fazer a escleroterapia dos vasinhos para trata-los eliminando o problema. Outra questão é que fazer a tatuagem sobre um aglomerado de vasos pode fazer com que sangre mais durante a realização dela. Não penso que fazer a tatoo para esconder os vasos seja a melhor estratégia.

 6- É possível secar vasinhos estando menstruada?

Não há limitação alguma para realizar escleroterapia de vasinhos durante o período da menstruação. Não influenciará o resultado, não sangrará mais, não aumentará os riscos de complicações. Na minha prática, o que percebo é que as pacientes se tornam um pouco mais sensíveis às picadinhas, queixando-se de mais dores no procedimento quando menstruadas. É possível que seja uma questão relacionada a toda modificação hormonal do período ou mesmo por aspectos psicológicos de desconforto ou vergonha (injustificada na minha opinião) daquela condição momentânea.

Você quer saber mais sobre vasinhos, clique aqui e se informe mais.

A Clínica Fluxo dispões de médicos experientes e têm disponível todas as modalidades de tratamento de varizes e vasinhos, desde a escleroterapia simples até o tratamento a LASER.

E lembre-se, escleroterapia de vasinhos é uma atribuição médica. Você não confiaria sua saúde a um curioso, não é mesmo?

×
%d blogueiros gostam disto: